Amália Rodrigues - Não Digas Mal Dele


Foi mau, não minto, falso, ruim, vil e cruel,
Mas não consinto que ao pé de mim digas mal dele
Tu és banal, não se perdoa, não é decente
Dizer-se mal de uma pessoa que está ausente

Não, não tolero e não quero trazer de novo à cena
Dor que ainda me dói, não foi nada contigo
Não, não tolero, a não ser que tenhas pena
De não ser como ele foi, para meu maior castigo

Tudo ruiu como um castelo feito na areia
Deves tal brio de não trazê-lo à minha idéia
Agora é tarde para censuras, sabe-o bem
Que Deus o guarde de desventuras, e a nós também

Falsche Video?