Lisboa, gaiata, de chinela no pé
Lisboa, travessa, que linda que ela é
Lisboa, ladina, que bailas a cantar
Sereia pequenina que Deus guarda ao pé do mar

Lisboa vem p'rá rua, que o Santo António é teu
São Pedro deu-te a Lua e o mundo escureceu
Comprei-te um manjerico e trago-te um balão
Em casa é que eu não fico, ai meu rico São João

Lisboa faz surgir - ai que milagre aquele! -
- Cantigas a florir num cravo de papel,
Nos arcos enfeitados poisaram as estrelas
E há anjos debruçados nos telhados das vielas

Falsche Video?