E sempre assim, rumo aos sonhos próximo do fim
Não há palavras ou respostas vagas por trás dos panos,s ó memórias fracas pelos cantos
Sob as sacadas em meio aquilo que serviu pra nada deixo as marcas pelo chão
Todos os caminhos levam ao mesmo nada, que me assombra, na escuridão...

E meu sorriso mais que uma droga, minha solução pra levar a vida e fugir da solidão...
Onde o sol passa o inverno procuro aqui o sonho eterno de viver a vida sem pensar em nada e fugir dessa prisão...

São só palavras que no entanto expressam suas mágoas, tanto prejuízo pra provar que nada vai trazer de volta o que se foi e não se deu valor
Perceba agora que a vida ensina, e nessa escola não se aprende, até o fim, todos os caminhos levam ao mesmo nada que na sombra da escuridão...

E meu sorriso mais que uma droga, minha solução pra levar a vida e fugir da solidão...
Onde o sol passa o inverno procuro aqui o sonho eterno de viver a vida sem pensar em nada e fugir dessa prisão...

Onde o sol passa o inverno procuro aqui o sonho eterno de viver a vida sem pensar em nada e fugir dessa prisão...

Onde o sol passa o inverno procuro aqui o sonho eterno de viver a vida sem pensar em nada e fugir dessa prisão...

Falsche Video?