Fui visitar a fazenda São Miguel
Prá ver o povo que Lindú tanto cantava
Que povo lindo Lindú, Lindo Lindú, que lindo
De madruga ao redor de uma fogueira
Têm tanta brincadeira e vai até o sol raiar
E a negrada no salão rodopiando
E o sanfoneiro fungando vai tocando sem parar
Vi o acordes da saudade na poeira
E o povo na gandaieira eu vim aqui pra gandaiar
Levanta a poeira, apague o lampião
Que a lua tá acesa e clareia o salão
Toque de fole, zabumbada, pirueta
Tô vendo uma carrapeta de batom lá no salão

Ela sorriu pro sanfoneiro, quiá, quia, quia
Incendiou o salão, que beleza
Enciumou a mulherada, deixou a rapaziada
Toda de queixo na mão

Falsche Video?