Amália Rodrigues - Meia-noite Uma Guitarra


Meia-noite, uma guitarra
Meia vida por viver
E a saudade que se agarra
Ao cantar de uma mulher
Meia-noite, uma guitarra
Meia vida por viver

Pelas ruas mais sombrias
Passa o tempo que passou
Serenatas de outros dias
Que a voz do tempo cantou
Pelas ruas mais sombrias
Passa o tempo que passou

É loucura sem sentido
Caminhar por onde vou
Viver é estar-se perdido
Morrer é estar onde estou
É loucura sem sentido
Caminhar por onde vou

Meia-noite é meio da vida
Meia vida por viver
Guitarra triste, esquecida
Que ninguém sabe entender
Meia-noite é meio da vida
Sem ninguém pra me entender

Falsche Video?