Amália Rodrigues - Lua, Luar


Lua, luar
Vai dizer ao meu amor pra vim cá, ô luar!
Faz sumana que eu não drumo,
Treis meis que eu não posso ir lá, ô luar!

Eu só lá de Pirancão,
Meu nome certo, eu não sei!
Nasci dentro do cangaço
No cangaço me criei
Meu fuzil é minha escola,
Meu punhal é minha lei!
A macaco não me entrego,
No cangaço morrerei!

Me chamam de catingueira,
Cangaceiro e cantador,
No gatilho eu sou formado,
E no repente eu sou doutor!
Pra homem eu sou valente
Mas pra mulé eu não sou!
Cabra macho, eu dou peixeira,
Pra mulé só dou amor!

Falsche Video?