Uma guitarra baixinho
Numa viela sombria
Entoa um fado velinho
É noite na Mouraria.
Apita um barco no Tejo
Na rua passa um rufia
Em cada boca há um beijo
É noite na Mouraria.

Tudo é fado
Tudo é vida
Tudo é amor sem guarida
Dor, sentimento, alegria.
Tudo é fado
Tudo é sorte
Retalhos de vida e morte
É noite na mouraria.

Cai o luar na viela
Perdida saudade ao vento
No céu queima-se uma estrela
Na ruela há um lamento.
Lamento de amor que é fado
Dando ao pensar nostalgia
O tempo passa apressado
É noite na Mouraria.

Falsche Video?