Comprei uns alamares
P'ra enfeitares o teu varino
Quero-te à marialva
À moda antiga
Chapéu de aba direita
De um castiço figurino
E na boca formosa uma cantiga

Bota de pulimento
Que se veja bem o salto
Biqueira miudinha afiambrada
E uma cinta de seda
Sobre calça de cós alto
Samarra de astracã afadistada

Na Mouraria
Desde a Amendoeira à Guia
Vamos encher de alegria
Este bairro sonhador
Que esta guitarra
Tenha a voz de uma cigarra
Que o seu trinado desgarra
Numa cantiga de amor

Gravata à cavaleira
Na tua camisa branca
Fica mesmo ao pintar
Se não te importas
Vamos depois aos toiros
No Domingo a Vila Franca
E na Segunda-Feira
Para as hortas

Na adega mais antiga
Da Calçada de Carriche
Havemos de cantar o rigoroso
E pões uma melena
No cabelo de azeviche
E sobre a orelha
Um cravo imperioso

Falsche Video?