Em certos casos
Não se perde nada.
Poeta de pouco brilho,
Pai de família criada.
Não forceja contra o trilho
Nem pergunta pra onde vai,
Não soma nem subtrai
No extremo da caminhada.
O samba deixa pro filho o nome na madrugada.
O samba deixa pro filho o nome na madrugada.

Chegou chorando por inexperiência.
Pra sair, saiu mudo e quieto, por alguma ciência.
O samba vem de outro samba,
Com algum disfarce ou quase.
A frase gera outra frase,
Por sorte sai bem achada.
O filho faz outro filho,
No fim não se perde nada.

Falsche Video?