A noite se foi, de longe a ressurgir, o sol aquece o ar
Seu rosto mudou, um brilho está de volta ao seu pequeno olhar
Seu mestre virá prá mais um dia de grande emoção
Mas o que será dessa alegria quando o dia terminar

Silêncio no quarto ao seu redor
A vida é o limite dos cordões
Seu mestre se foi e lhe deixou só
Preso entre barbantes

Tudo que aprendeu nas noites de horror se vai ao se sentir
Nas mãos de alguém que faz você sorrir, voar e descobrir
Quão grande é você capaz de tudo e nada que temer
Mas o que será dessa alegria quando o dia terminar

Silêncio no quarto ao seu redor
A vida é o limite dos cordões
Seu mestre se foi e lhe deixou só
Preso entre barbantes
Silêncio no quarto ao seu redor
A vida é o limite dos cordões
Seu mestre se foi e lhe deixou só
Neste labirinto de ilusões

Quando vai descobrir que não passa de um brinquedo
Nas mãos de alguém que não quer saber de ti
Que só quer te destruir e trocar por outro
Que não aprendeu o que eu tento te dizer aqui...

Falsche Video?