Foi a barra que desmaiou
Inda nem clareou
De repente te vi socar
A sandália no chão

Essa noite que me salvou
Vou casar com alguém
Ê por baixo do pano
No final do ano
Ou no ano que vem

Ê por baixo da ponte água fresca passa
Ê por cima da cabeça, avião
Ê por baixo da saia, a seda e a graça
E a febre de cada coração

Ê por dentro da caixa preta tudo vive
E por fora dessa dor, só verão
Ê por mim não largava o amor que um dia eu tive
Ê por fora a canção da solidão

Mas quando o sol deixar o meu jardim florido
Eu vou lá perguntar se ela me quer
Ê quando o perigoso amor me der abrigo
Vou subindo nas águas da maré

Ê por dentro da caixa preta tudo vive
E por fora dessa dor, só verão
Ê por mim não largava o amor que um dia eu tive
Ê por fora a canção da solidão

Ê coqueiro na areia balança o corpo
Ê menina que me balança mais
Ê ronco das estrelas que me leva embora
Ê silêncio do mundo que me traz

Ai mamá que eso todo eh
Tiembla como estrellas
La canción que me diste oh
Hoy yo quiero decirla
Cuando el este en mi corazón
Levantó su bandera
Fué la ciudad entera
Una cordillera de canto y pasión

Falsche Video?