Não reconheço este lugar,
Não me lembro deste luar,
Não encontro a entrada,
Mas não me sinto fora.

Quem são essas pessoas?
Quem será esse no espelho?
Estou fora dessa realidade tosca
E não entendo nosso desespero.

Que entrada de barro é essa
Que não me leva a nada?
O que agora me interessa
Se o que temos é uma nação fracassada?

Não quero abrir os olhos,
Não quero me ver perdido
Nesse mundo mórbido
Que não oferece caminhos.

Mas que lugar é este?
Não sei onde estou,
O que está acontecendo
E onde está o que restou?

Quantas vezes eu passei por aqui?
Quantos anos me perpetuei
Nesse tempo de miséria?
Procuro tudo e ainda não achei.

O destino tão escuro
É quase uma eternidade,
Neste nosso submundo
Tão marcado pela maldade.

Foi tudo embora antes do tempo,
O que ficou está se escondendo
Em nosso medo de um dia encontrar
O fim de tudo, que nos faz recuar.

Falsche Video?